Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009

You're On My Heart Just Like A Tattoo - capítulo 2

Hallo schatzi's!

Obrigado a todas as que comentaram *o*

E se não gostarem digam, pf!

O Angelo ficou doido com o beijo que eu dei à Patrícia no meio da aula xD Até quis repetição ^^

Hoje vim com uma miúda para cima que só dizia asneiras... --' Eu também digo bastantes, mas não é nas mesmas circunstâncias que ela! Ela usava asneiras numa conversa normal. Teve a sorte de quando saguiu caminho só comigo não ter dito nenhuma asneira, senão passava-me uma coisinha má pela cabeça. xD

 

With love,

Dahlie @

 


 

You're On My Heart Just Like A Tattoo - capítulo 2
 
 
- Desculpe, tive uns imprevistos. Morreram...

Faltou-lhe a voz. Não queria ter que se relembrar de tudo. Não queria ter que se lembrar que tinha ficado sozinha, podia ter 22 anos, mas necessitava de amigos, de pais, de pessoas que a amassem.

- Ok, já percebi. Não te procupes. Tens um novo videoclipe para realizar, mas hoje vais para casa descansar. Telefono-te à noite para te dar informações sobre o novo trabalho e começas amanhã uma vez que hoje não estás em condições.

- Obrigada pela compreensão, senhor. Até amanhã, então.

- Vai lá. Até amanhã.

Apesar de tudo, Ella tinha que agradecer a alguém (fosse Deus ou não), por ter arranjado trabalho junto daquele senhor tão simpático que a compreendia ao ponto de se aperceber o que se passava apenas pelo olhar ou falta de palavras. O patrão de Ella, possuidor do nome de um dos poetas alemães mais importantes, Johann Christoph, era de descendência portuguesa e sabia toda a sua história, por isso não se fez rogado em deixá-la passar o dia em casa. Conhecia-a bem demais, como uma filha, se a pussesse sobre a pressão do seu trabalho nesse dia, a noite não correria bem para Ella. Tinha medo que ela se dirigisse à primeira pessoa que conhecia e fosse comprar drogas, desperdiçando todo o dinheiro que ela ganhava com mérito e distinção numa coisa sem valor.

Realizadora de videoclipes... De facto, Ella amava a sua profissão. Conjugava a música, com os sentimentos, com a sua imaginação. Não escolheria melhor profissão para si própria. Amava a música. Tinha a permissão de mexer com os sentimentos dos protagonistas do videocplipe de modo a que o público percebesse bem a mensagem a transmitir: às vezes Ella queria alguém que pudesse mexer com os seus sentimentos, alguém capaz de a meter a sorrir em vez de chorar, alguém capaz de a meter a chorar de alegria em vez de se exprimir apenas por um sorriso que muitas vezes aparecia sem luz nos seus lábios. No campo da imaginação não havia problema, Ella era dotada de uma grande imaginação e jogava com isso a seu favor. Por alguma razão, os seus videoclipes eram sempre os mais vistos pela população jovem, e orgulhava-se disso. Por momentos ficava feliz sempre que recebia a notícia que um dos seus videoclipes causavam furor à escala mundial. Ella não tinha que se preocupar com a montagem, o ritmo, os efeitos especiais visuais e sonoros, a iconografia, os grafismos e os movimentos de câmara. Tinha um gosto próprio que a ajudava a transformar cada pedacinho destas características da formação do videoclipe num só, formando um enredo deveras especial que se enquadrava perfeitamente na mensagem da música.

Perdida nos seus pensamentos chegou a casa. Assim que abriu a porta sentiu algo ou alguém a vir contra si. Não era nada mais nada menos que a sua cadela e o seu gato, contentes por a dona ter chegado mais cedo a casa. Mais longe faziam-se ouvir ganidos, ganidos do quarto morador daquela casa, um cãozinho ainda bebé que Ella econtrara abandonado na rua e a quem não resistira. Ella era uma apaixonante de animais, não os conseguia ver a sofrer.

 

Sentimento .: Eu *w*
Música .: Vermelho - Fafé de Belém [a música de infância ^^']

Escrito por . (inactivo) às 18:51
| Comenta .
Quem me me fez sorrir .:
De S.Mille a 15 de Janeiro de 2009 às 19:41


Estou a adorar ^^



sweet*kiss





De Joanne a 15 de Janeiro de 2009 às 20:42
Oh a Ella adora animais, como eu *-*
Quero mais ^^
Beijinhoos.


De cαtch a 15 de Janeiro de 2009 às 21:23
Perfeitaa O.O
Mais, mais emais ^^
Amo ^^

Claro que queroo que me ligues, ^^, quero conhecer a tua voz :'$
Fico à espera x)

Adoro.te Dahliee <3


De (inactivo) a 16 de Janeiro de 2009 às 16:05
Vou ouvir a tua voz :D

Só preciso de carregar o telemóvel xD
Estou sem dinheira :-/

MAS A DAHLIE VAI OUVIR A VOZ DA CÊ KAPA!!
<33


De carolina. a 17 de Janeiro de 2009 às 10:11
Coitada mesmo da Ella :S
Estou a gostar cada vez mais da fic, a sério!
posta mais sim? :D

Beijinho @


De elly-ana a 17 de Janeiro de 2009 às 12:05
a fic tá tao linda...

ela tem de lutar contra as drogas...

é uma pessoa tao sofrida, mas consegue expelir os seus sentimentos no trabalho que faz...

posta mais...

beijinhos****


De carolina. a 18 de Janeiro de 2009 às 15:41
A minha gata, vinha de uma ninhada que tinha nascido no quartel. :S

Ela era mesmo querida, não fazes ideia :'

Tens um gato chamado Tom? xD
Grande nome! *-*


De Moon a 19 de Janeiro de 2009 às 12:09
Desculpa só vir comentar - te agora ia jurar que já te tinha comentado, acho que me esqueci xD Desculpa!!!

Amo a tua fic.

Escreves tão bem *_*

Beijinhos!

ps. eu sou a do blogger só que mudei o nick.


De ♥girlfriend de Bill Kaulitz♥ Vanusa. a 23 de Março de 2009 às 21:25
Nossa! cachorrinho e gato dve ser um amore haha
eu tenhu uma gata chamada Nina.


Comenta .

Dahlie .


Perfil .

Adiciona .

. 30 seguidores

Recente .

Hey!

Não Fujas - Capítulo 18

Não Fujas - Capítulos 15 ...

Não Fujas - Capítulo 14

Não Fujas - Capítulos 12 ...

Não Fujas - Capítulo 11

Não Fujas - Capítulo 10

Arquivo .

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

online